A sentinela
A sentinela

Presidente da Colômbia anuncia rompimento das relações diplomáticas com Israel

rompimento das relações diplomáticas com Israel
Diante de uma bandeira do grupo guerrilheiro M-19, Petro (ao microfone) fez o anúncio. Foto: Reprodução.

O ex-guerrilheiro comunista e atual presidente da Colômbia, Gustavo Petro, declarou nesta quarta-feira (1º/05) o rompimento das relações diplomáticas com Israel por parte de seu governo. A alegação do esquerdista são as ações do país na Faixa de Gaza.

Em discurso durante ato pelo Dia do Trabalho na capital Bogotá, Petro informou que o rompimento se dará a partir de quinta-feira (02/05). Ele disse ter tomado a decisão “por Israel ter um governo e um presidente [o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu] genocidas”.

O Estado de Israel está em guerra contra o grupo terrorista Hamas após um ataque terrorista no território israelense ocorrido em 7 de outubro de 2023. Na ocasião, o Hamas matou cerca de 1.200 pessoas. O Hamas, que controla o território de Gaza e usa a população de escudo, afirma que 34 mil palestinos morreram desde o início da guerra. Os dois lados negociam um cessar-fogo.

_____

ALEGAÇÕES PARA O ROMPIMENTO DAS RELAÇÕES DIPLOMÁTICAS COM ISRAEL

Comunista, Petro se opõe ao primeiro-ministro Benjamin Netanyahu e pediu para se juntar à acusação de genocídio praticado por Israel em Gaza feita pela África do Sul na Corte Internacional de Justiça.

O presidente colombiano usou o palanque do 1° de Maio para fazer proselitismo contra Israel e reforçar o discurso do Hamas.

Creio que todas as pessoas pelas ruas concordam com a gente. Isso não pode acontecer, as épocas de genocídio de um povo diante de nossos olhos, com a nossa passividade. Se morre Palestina, morre a humanidade, e não vamos deixá-la morrer“, afirmou Petro.

______

RESPOSTA DE ISRAEL

Posteriormente às declarações de Petro, o ministro das Relações Exteriores israelense, Israel Katz, declarou que a atitude “recompensou” o Hamas. Além disso, classificou Petro como antissemita.

A história lembrará que Gustavo Petro decidiu se aliar aos monstros mais desprezíveis conhecidos pela humanidade. (…) As relações entre Israel e Colômbia sempre foram calorosas – nem mesmo um presidente antissemita e odioso será capaz de mudar isso“, disse Katz em publicação no X (ex-Twitter).

_____

COLÔMBIA SE UNE A BELIZE E BOLÍVIA

A Colômbia se tornou o terceiro país da América Latina a romper relações com Israel após o início da guerra. Anteriormente, em outubro, a Bolívia já tomara essa decisão alegando que Israel estava cometendo “crimes contra a humanidade contra o povo palestino“. Em seguida, Belize fez o mesmo após questionar Israel por seus “bombardeios indiscriminados incessantes em Gaza que mataram 11.000 civis inocentes“.

Além disso, Chile e Nicarágua já elevaram as críticas, mas sem romper relações com Israel.

Ademais, em fevereiro, a Colômbia já havia declarado que interromperia a compra de armas produzidas em Israel. A Colômbia possui aviões de guerra e metralhadoras da indústria israelense para combater os cartéis de drogas e grupos terroristas. Em 2020, os dois país assinaram um acordo de livre comércio.

_____

Leia também em seguida:
Compartilhar
A SENTINELA

A SENTINELA

A Sentinela é um canal de comunicação social cujos integrantes filiam-se ao princípio de que a isenção jornalística é uma farsa. Todos os indivíduos e organizações têm princípios e valores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recentes

Economia